segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Tailândia - Escola da Bíblia

Paul e eu decidimos fazer acampamentos da escola da Bíblia das férias para um par vilas de Akha em nossa área. Quando nós jogamos jogos, cantamos canções parvas, comemos petiscos & fizemos os ofícios, o destaque, para mim, eram os tempos de ensino. O desafio de, como nosso pastor usado para dizer, “tomando os bolinhos fora da prateleira superior,” ou simplificando uma verdade bíblica de modo que todos (os miúdos incluídos) pudesse a compreender, era hilariante. E, naturalmente, fazê-lo todo na língua de Akha f-la que excita quando eu olhei para fora e vi um reflexo do alvorecer compreensivo naquelas caras pequenas.Entretanto, eu penso que uma das melhores histórias veio de um momento em que os miúdos onde tendo uma compreensão da dificuldade…
Um dos ensinos que nós fizemos foi baseado na história dos carneiros perdidos em Matthew 18. Nós falamos sobre como importante cada pessoa é aos amores do deus e do esse deus todos e procuramos um relacionamento com todos! Após o ensino, nós rachamos os miúdos acima por grupos de idade para fazer o ofício e para trabalhar no verso da memória para o dia. Eu estava trabalhando com os miúdos mais velhos (idade 9-13) e nós aprendíamos um verso separado mas relacionado dos carneiros, 10:27 de John, 28. Após ter repetido o verso diversas vezes, eu perguntei aos miúdos se compreenderam o que significou. Olharam fixamente toda para trás em mim em branco (não mesmo um reflexo da compreensão!)
Enquanto eu me esforcei para encontrar as palavras direitas para explicar esta metáfora aos miúdos que tinham visto nunca carneiros, um dos miúdos conduziu acima e perguntou a um grandpa da vila (quem reparava lá nosso telhado da tempestade a noite precedente e pareceu apreciar eavesdropping em nossa lição pequena) se poderia explicar o verso. Sure bastante, teve a ilustração perfeita! Explicou, “você sabe que se uma galinha vagueia fora, e é proprietário vai a procurar, o proprietário olha não somente com seus olhos, mas chama o `Ku Ku Ku'. E a galinha sabe o som de sua voz dos proprietários e virá funcionando quando ouve sua proprietário chamada. Nós podemos saber a voz do deus apenas como essa galinha!” Simultaneamente, os miúdos tiveram toda um momento “Ah-Ha”! Três elogios para o Grandpa! Este é o que eu amo sobre a vida em uma vila; quase tudo é feito com pouca ajuda de nossos amigos!
Na extremidade, nós fizemos um VBS em três vilas diferentes e ministramos a aproximadamente 90 miúdos (para não mencionar muitos pais e grandparents que penduraram ao redor para apreciar o divertimento!) Este era o primeiro ano onde nós fizemos este e nós éramos realmente satisfeitos com ele somos sucesso; Eu sou certo que se transformará uma tradição anual!
Lori e Paul Vernon - Tailândia
Afixado Foursquare pelas missões internacionais