domingo, 1 de fevereiro de 2009

A sabedoria do Espírito


É claro que entre os crentes com maturidade espiritual, exprimo-me com palavras de sabedoria divina, e não daquela espécie que é característica desta terra e das pessoas em grande evidência neste mundo, que afinal estão destinadas a desaparecer.
Toda a sabedoria de que falamos é originária de Deus, é a expressão do sábio plano de Deus, desconhecido nos tempos antigos, ainda que tivesse sido elaborado em nosso benefício, antes que o mundo fosse criado.
Mas as altas personalidades deste mundo nada compreenderam dele; caso contrário não teriam crucificado o Senhor da glória.
É esse o sentido das Escrituras quando dizem: As coisas que as pessoas jamais viram, nem ouviram,nem sequer puderam imaginar, foram as que Deus preparou para os que o amam.
E nós conhecemo-las porque Deus enviou o seu Espírito para no-las revelar; o seu Espírito perscruta e revela-nos os pensamentos mais profundos e escondidos de Deus.
Ninguém pode conhecer o que uma pessoa está a pensar, e como ela é realmente no seu íntimo, senão a própria pessoa. Também ninguém pode conhecer os pensamentos de Deus, se não for o seu próprio Espírito.
E Deus deu-nos o seu Espírito, e não o espírito característico deste mundo, para que nos revele as dádivas que ele graciosamente nos concede.
Ao dizer-vos isto não usamos palavras de sabedoria humana. Nós falamos palavras que nos são dadas pelo Espírito, e assim usamos as palavras do Espírito para explicar verdades espirituais.
Uma pessoa que não tenha o Espírito de Deus não pode compreender as coisas que o Espírito Santo nos ensina. Parece-lhe loucura, pois que só pelo Espírito Santo se podem perceber.
Uma pessoa espiritual tem a percepção de todas as coisas, mas os que são deste mundo não podem entendê-las.
Como poderiam? Porque: Quem seria capaz de conhecer os pensamentos do Senhor,de ser seu conselheiro. Mas nós compreendemos estas coisas porque temos a mente de Cristo.