domingo, 16 de novembro de 2008

Porque Deus amou o mundo de tal maneira


"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna."O que existe de espetacular, mais que especial em Jo 3.16, éa revelação do Deus que ama.Creio que era difícil para aquelas pessoas, acreditar no amor de Deus, se este Deus dizia que se alguém adulterasse deveria ser apedrejado, e se nas histórias conhecidas por eles, um tal de "Uza" foi consumido simplesmente por que tocou a arca deste Deus com uma boa intenção, mas de forma indevida.Para aquele povo, o Senhor se destacava mais como um Ser autoritário, cheio deregras e mandamentos que deveriam ser cumpridos com ameaça de morte caso não os cumprisse, do que como um Ser amoroso.Se era impossível acreditar no amor de Deus por causa de suas atitudes "radicais", quando ele via que sua santidade havia sido violada, mais impossível ainda (se é que existe mais ou menos impossivel!) era não crer que este Deus amava a humanidade de forma única e tão especial, se ele havia mandado seu único filho, para padecer como as demais criaturas, tendo, fome, dor, tristeza, pobreza, e por fim, algo preparado exclusivamente para ele: a morte, seu santo sacrifício, sem culpa alguma própria, mas pela culpa dos que o matavam, pela culpa dos que o ouviam.A entrega de Jesus ao mundo da parte do Pai, expressa nesta passagem para nós que lemos, e para os que o ouviram dizer estas coisas, sem mais, nem menos, a revelação da intensidade do amor de Deus, que deveria resultar na mudança da visão de Deus: De um Deus vingativo, para um Deus amoroso, carinhoso, sentimental.Que a Paz de Jesus Cristo esteja com vocês!