quarta-feira, 26 de setembro de 2018

POR QUE DEVEMOS VOTAR EM BOLSONARO 17 PARA PRESIDENTE


BRASIL ACIMA DE TUDO, DEUS ACIMA DE TODOS

Nossos valores, crenças e cultura não podem ser deturpadas para que se atinjam propósitos estranhos ao povo brasileiro. Somos um país que tem orgulho da nossa bandeira e não desejamos importar ideologias que destruam nossa identidade e de nossas crianças.

Conclamamos a todos a votar em Jair Bolsonaro para Presidente do Brasil.

VOTE EM CANDIDATOS DO PSL 17 QUE AJUDARÃO BOLSONARO A GOVERNAR O BRASIL!

CANDIDATOS DE BOLSONARO LINK:
https://www.pslnacional.org.br/Candid...

sábado, 15 de setembro de 2018

Bolsonaro lidera entre evangélicos; Marina perde apoio

Pesquisa do Ibope avaliou desempenho dos candidatos junto ao segmento

Candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro consolida a preferência entre o eleitorado evangélico, indica no novo levantamento do Ibope, divulgado nesta terça (11). Segundo o instituto, em comparação com a última pesquisa do tipo, o capitão cresceu de 29% para 33% das intenções de voto dos eleitores que se declaram evangélicos.
Ao mesmo tempo, a presidenciável da Rede, Marina Silva – missionaria da Assembleia de Deus – perdeu votos, caindo de 15% para 10%. Em terceiro vem Geraldo Alckmin (PSDB), com 10% da preferência de voto dos evangélicos, sendo que na anterior tinha 9%

Candidata do PSOL convida alunos de colégio cristão para Marcha da Maconha

DIRLENE MARQUES ARGUMENTA QUE A CLASSE MÉDIA TAMBÉM USA A ERVA 


Em um debate de candidatos ao governo de Minas Gerais promovido pelo Colégio Batista Mineiro nesta quinta-feira (13), Dirlene Marques (PSOL) convidou os alunos do ensino médio a participarem da próxima Marcha da Maconha em Belo Horizonte.
Professora aposentada, Marques respondia a uma pergunta sobre como seria a Polícia Militar em seu eventual governo, quando decidiu fazer o “convite”. Durante o debate, a vice de Jordano Metalúrgico, do PSTU, Vitória Melo, defendeu a descriminalização das drogas e a psolista concordou.

sábado, 1 de setembro de 2018

Procurador da República fala sobre o Manifesto Comunista e a Destruição da Família


Manifesto do Partido Comunista escrito por Karl Marx, prega a destruição da família.

Mas é desta forma que os doutrinadores têm conseguido, desestabilizar a sociedade, através da destruição da célula mater da sociedade - a Família tradicional.

ANISTIA LANÇA CAMPANHA PARA SOLTURA DE CRISTÃOS NO IRÃ

Por praticar a fé cristã, eles foram condenados a um total combinado de 45 anos de prisão

 Exterior da prisão Evin, em Teerã, onde vários cristãos são feitos prisioneiros (Imagem: SabzPhoto)

A Anistia Internacional lançou uma ação urgente pedindo a soltura de quatro iranianos sentenciados a um total combinado de 45 anos de prisão por praticarem a fé cristã. O relatório pede por uma ação urgente do governo do Irã para revogar as condenações e sentenças de Victor Bet-Tamraz, Shamiram Issavi, Amin Afshar-Naderi, e Hadi Asgari. Os quatro estão atualmente em liberdade condicional, esperando pelo resultado de seus recursos.
O pastor de uma igreja histórica, Victor Bet-Tamraz, e a esposa, Shamiram Issavi, foram presos por atividades relacionadas à igreja. O governo já tinha fechado a Igreja Assíria Pentecostal em Teerã que ele dirigia, em 2009. Ele foi preso com outros dois membros da igreja em 2014, enquanto celebravam o natal. Bet-Tamraz foi declarado culpado de fazer evangelismo e atividades de igreja doméstica ilegais, entre outras acusações. A sentença foi de 10 anos de prisão e seu recurso foi ouvido em junho.
Sua mulher está apelando contra a sentença de cinco anos de prisão recebida por agir contra a segurança nacional e o regime com a organização de pequenos grupos, participando de seminários internacionais e treinando líderes de igrejas e pastores para agirem como espiões. No mês passado, seu filho Ramil também recebeu uma sentença de prisão de quatro meses por agir contra a segurança nacional ao se envolver com igrejas domésticas ilegais.
Os outros dois cristãos, Amin Afshar-Naderi e Hadi Asgari, são cristãos ex-muçulmanos sentenciados junto com Bet-Tamraz a dez anos de prisão, embora Afshar-Naderi tenha mais cinco anos por blasfêmia. Em 2017, Asgari e Afshar-Naderi fizeram uma greve de fome para protestar contra terem tratamento médico negado, mesmo após comprovar que sofria de um problema de saúde. O Middle East Concern relatou que Asgari enfrentou pressão intensa durante seu interrogatório.
A Anistia solicita aos apoiadores para escreverem ao governo pedindo que parem com a perseguição e prisão desnecessária de cristãos, incluindo ex-muçulmanos, no Irã. Também inclui um pedido de respeito aos direitos de liberdade de pensamento, consciência e religião, incluindo a liberdade de ter, adotar ou mudar de religião ou crença por escolha. O pedido também exige liberdade, seja individual ou em comunidade, em público ou no privado, de manifestar sua religião ou crença em adoração, observação, prática e ensinamento, como garantido pela Aliança Internacional de Direitos Civis e Políticos, da qual o Irã faz parte.
Pedidos de oração
  • Ore pela libertação dos quatro cristãos iraniano condenados.
  • Peça a Deus que as autoridades sejam usadas como instrumentos para que a justiça seja de fato feita.
  • Apresente o Irã e peça para eu haja liberdade no país, principalmente religiosa.

terça-feira, 17 de julho de 2018

Médico é demitido por defender que as pessoas nascem com sexo definido

CRISTÃO, DAVID MACKERETH DISSE QUE NÃO PODIA NEGAR O QUE A BÍBLIA ENSINA

 David Mackereth
Após 26 anos trabalhando como médico do Serviço Nacional de Saúde (espécie de SUS do Reino Unido), o médico David Mackereth foi dispensado por causa de suas convicções. Ele teria a oportunidade de assumir uma posição como assessor médico do Departamento de Trabalho e Pensões.
Uma de suas funções seria entrevistar pessoas, mas teria de chama-las pelo “gênero de escolha”. Logo, se um homem entrasse no seu consultório afirmando que era mulher, teria de ser tratado como “senhora”. Em toda a documentação assinada por ele o mesmo padrão precisaria ser seguido.
“Como cristão, acredito que o sexo é determinado tanto geneticamente quanto biologicamente”, explica o médico. “Acabei sofrendo pressão e sabia que poderia pôr fim à minha carreira [no Estado], mas não poderia ficar bem comigo mesmo, se não mantivesse minha convicção. Isso seria mentir e eu não queria viver mentindo.”
Mackereth, de 55 anos, acabou sendo considerado “inapto” para trabalhar no departamento. “Não conseguirei mais nenhum emprego público, as portas estão fechadas para mim”, lamenta.
O médico teme que outros profissionais cristãos também sejam descartados simplesmente por manterem opiniões conservadoras sobre os gêneros. “Eu não estou atacando o movimento de transgêneros, mas estou defendendo meu direito à liberdade de expressão e liberdade de crença”, destacou.
“Estou magoado, mas aliviado porque mantive minha convicção. Acredito com todo o meu coração que Deus nos criou macho e fêmea, e tenho o direito de acreditar nisso”, explicou ele.
O doutor também ressaltou que teme ver o mesmo acontecendo com outras pessoas no Reino Unido. “Eu não estou tentando incomodar ninguém. Eu me importo muito com as pessoas transgênero, mas também devemos ser capazes de dizer no que acreditamos. Caso contrário, podermos nos tornar em um Estado ditatorial, no qual todos seremos escravizados”, avalia.
Finalizou dizendo que nenhum de seus colegas manifestou apoio a ele com toda essa situação. Mesmo assim, ele não se arrepende: “Está claro na minha mente o que a Bíblia ensina sobre gênero”. Com informações de Daily Mail